Cerro Castor, onde o frio na barriga perde espaço para o -10ºC na região

Se você é esquiador ou apenas mais um viajante caçando pontos bonitos pelo mundo, claramente deve adicionar à sua lista o Cerro Castor, principal centro de esportes de inverno do Ushuaia.

O Cerro Castor fica no Km 26 da principal rodovia da cidade, a Ruta 3. O acesso é bem fácil e a rodovia bem cuidada e asfaltada. Para chegar até lá, você pode ir de carro, táxi, remís, ou mesmo contratar uma van através de uma agência de turismo. No inverno, há diversos horários de saída e chegada, é só combinar a melhor opção, se equipar e aguardar o motorista em frente à sua acomodação ou no ponto combinado. Acho esta a melhor forma de ir, pois as vans estão acostumadas tanto com o trajeto quanto com a sujeira que roupas e acessórios de esquis e snowboards fazem; ou seja, zero dramas.

Você sabia? O Cerro Castor é considerado o centro de esqui mais exclusivo da Argentina, pois é o ponto turístico mais ao sul do planeta! E, por isso, uma de suas características principais é ter excelente qualidade de neve devida à orientação das montanhas (encosta sul) e por causa de sua localização extrema. É uma estação relativamente nova, que foi aberta ao público em 1999 e sua estrutura foi montada pensando tanto no turista quanto nos esquiadores e snowboarders profissionais, pois altas competições mundiais acontecem por lá!

A entrada ao Cerro Castor fica ao lado direito da rodovia, para quem vem de Ushuaia. E, logo, já dá para observar toda a boa estrutura do local. O estacionamento é amplo e o ponto de parada de vans e ônibus é exclusivo. Na base, próximo à rodovia, você conta com um centro de apoio ao esportista e turista muito bom, que vai desde a área de aluguel de roupas e acessórios, até amplos e modernos vestiários, armários externos para guardar seus pertences e lojas de conveniência e produtos, como roupas e artigos para prática dos esportes de neve. Nesta base também há um hotel, aos que desejam dormir pertinho da estação, economizando tempo de deslocamento até o local.

A compra do ingresso também é realizada nesta mesma base, mas se você é iniciante e deseja ficar apenas brincando na neve daquela área, não precisa pagar nada. Porém, o ideal é subir com os chairlifts (aquelas cadeiras de teleféricos) até a primeira montanha e começar a brincadeira de verdade.

Esta foi a primeira estação de esqui e snowboard que o #MuG conheceu cujas pistas ficam do outro lado da rodovia, ou seja: para chegar até a primeira base de treinamento e acessar as outras montanhas, você tem que literalmente subir o teleférico, morro acima, passando por cima da rodovia. O frio na barriga ao olhar para baixo e ver tamanha altitude é grande, mas não é maior que o frio que sentimos dos -10º (yeapi, negativos!!) de sensação térmica. hehe

O Cerro Castor tem instalações de elevação para todos os níveis de esqui e snowboards, e, além disso, conta com sete pontos gastronômicos de apoio que oferecem desde lanches e almoços até amplos banheiros e um aquecedor delicioso para te descongelar. Todos os chalés são insulados, de madeira, e a maioria é patrocinada pela empresa de cerveja Corona, deixando o ambiente com um ar mais ‘badalado’, onde música e animação são muito bem vindos.

Se é a primeira vez na neve, você pode contar com aulas de esqui e snowboard que são ministradas ao lado esquerdo da montanha, inicialmente e, depois, em um espaço maior e mais íngreme à direita. Ao invés de chairlift, tudo o que você precisa fazer é subir na esteira que te leva até uma parte mais alta da montanha ou sentar e se apoiar no disco que também te puxa morro acima. Uma vez que estiver bem treinado, vá até o próximo teleférico, e boa aventura!

Dica: se você não for familiarizado com o Cerro Castor, pegue lá na base principal o mapa do local e veja quais são as pistas disponíveis e do seu nível de experiência. Há umas 3 pistas de nível básico, algumas intermediárias e outras que se mesclam até chegar ao nível avançado, ou seja: não se aventure, só vá para as pistas mais difíceis se você realmente souber o que está fazendo.

Este centro de esqui/snowboard, diferente de outros que o #MuG já foi tem bastantes árvores nos seus arredores. Cair e se machucar pode ser muito fácil e, inclusive, acidentes fatais envolvendo brasileiros já ocorreram por lá – e no mundo todo. Por isso, preste bem atenção por onde anda e, se tiver nevando muito forte, volte à base principal, pois a visão tende a ficar um tanto turva.

Primeira vez na neve? Clique Aqui e confira só as aventuras e peripécias de um dos colaboradores do #MuG! Além de falar sobre o esporte na neve, nós também passamos todas as dicas para que você possa  alugar seus equipamentos de maneira mais rápida e/ou mais barata no Ushuaia, além de te ajudar com os itens básicos para aproveitar seu passeio na neve ao máximo!

Importantíssimo: jamais viaje sem seguro saúde. Principalmente se você for fazer esportes de neve, ter um seguro saúde é quase que um item obrigatório, pois fraturas são sim constantes – principalmente em iniciantes e nos mais abusados! hehe E qualquer ferimento na estação de esqui, lembre-se que você receberá apenas os primeiros socorros no local e não um atendimento especializado. Sentiu alguma dor ou se machucou? Vá imediatamente ao hospital mais próximo e utilize seu seguro saúde. É para isso que ele existe, para você não estragar sua própria viagem. Há diversos hoje em dia de todos os tipos e preços. Uma dica é ligar para o seu cartão de crédito e ver se ele te oferece esta cobertura gratuitamente. A Mastercard, por exemplo, lhe dá seguro saúde gratuito quando comprovada compra da passagem utilizando cartões com sua bandeira. #ficaadica!

E aí, animados para conhecer o Cerro Castor? Então acrescente ele na sua lista e boa aventura!

0 Comentários

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *