Voltei do intercâmbio, e agora? A hora em que a ‘ficha’ começa a cair!

Trimmm. Trimmm. Algum país me chama. A ficha cai, mas o orelhão trava. E, em um mundo onde o celular é mais comum que telefone público, seria mais correto dizer: ‘de acordo com Google’ do que utilizar a velha metáfora que a ficha finalmente caiu.

O problema é que nem sempre o Google é o pai de todas as respostas. Ele também trava, e sem motivo algum.

E por travar, as pessoas vivem perguntando: por quê você voltou? É nessa hora que eu travo – simplesmente. Como aquela ficha que não sobe, nem desce, apenas parou. Parou no tempo para definir seu tempo. E, sem definição alguma, continua parada até levar um chacoalhão.

O fato é que nem sempre é só uma sacudida. É um vento, ventarola, tempestade em copo d`água. É furacão, o tal do hurricane mesmo – que, por sinal, é o nome de um dos melhores restaurantes de costelinha que já experimentei na vida, com o melhor molho barbecue do mundo; fica em Sydney, na Austrália.

Se você já visitou Sydney, São Francisco ou Natal, sabe como venta por lá. Daqueles ventos que dói o osso no inverno, aquece a alma no verão. A saudade é grande. De lá, e de cá. Lembro-me das inúmeras vezes que olhava o horizonte e imaginava o que tinha do outro lado do mar, e logo vinha a imagem de um barquinho – ou cruzeiro – trazendo as pessoas mais queridas e importantes que queria por perto, vivenciando tudo de bom que eu estava sentindo.

Era tão real a sensação que o coração apertava. Mas, como dizem os fortes, no pain, no gain. Sem esforço, é impossível ganhar ou ter alguma coisa. E te digo mais: a vida cobra. E é bom pagar. Pague sem receio, porque, como um bumerangue, tudo o que vai, volta e você terá uma boa recompensa por isso.

Make a wish. Faça um desejo. Close your eyes. Feche os olhos. Mentalize e Trimmm. Acorda. É o seu despertador, te chamando para viver – e, quem sabe, planejar a próxima viagem!

0 Comentários

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *