Siga rumo a Paso Garibaldi e descubra os encantos do Fim do Mundo

O dia amanhece, mas não clareia. São 8h da manhã e parece 8h da noite. A preguiça reina, junto às cobertas e estrelas que ainda estão ao céu. Mas, como estamos falando de Ushuaia, nada como um banho de ar frio, ao abrir as janelas, para acordar!

No inverno, geralmente os tours saem em torno das 9h da manhã, o que é ótimo para quem gosta de dormir um pouquinho mais! À postos na frente do nosso hostel, no horário marcado, a equipe da Criollos Ushuaia passou para nos buscar, junto com outros viajantes. Tours em grupo geralmente são bacanas para conhecer uma galera e, neste dia, não foi diferente!

Durante todo o caminho até a saída da cidade, a atenciosa guia vai contando cada detalhe da famosa Terrinha Del Fuego! Aos que desejam conhecer mais da cidade de Ushuaia e seus arredores, em um curto espaço de tempo, o famoso Passeio dos Lagos é um dos mais recomendados! E os motivos não são poucos, pois ele inclui muitas paradas para fotos! Veja só o que rola neste roteiro, ao longo do dia:

• Parada rápida no Valle Carbajal para fotos e um pouco de história

• Trajeto todo realizado na famosa Ruta 3, conhecida por ser a última estrada do continente, que leva ao Fim do Mundo

• Parada no incrível Valle de Lobos, com opções de muita diversão na neve, como: passeios de trenós com Huskies Siberianos do próprio vale, tour com moto de neve por todo arredor, entre magníficas cordilheiras, e caminhada no gelo com raquetes de neve!

• Destino de parada obrigatória é também o restaurante do Centro Invernal Las Cotorras, o qual serve o cordeiro patagônico assado em brasa mais tradicional de toda região

• Abrace, tire fotos e ande de trenó em um vale aberto com os animados Huskies do Siberianos de Fuego! São mais de 50 cães brincalhões à espera de visitantes, para brincar na neve


• E por fim, a experiência que dá nome ao tour: admire a beleza dos lagos Fagnano e Escondido, de cima do mirante Paso Garibaldi! É neste ponto que lagos e montanhas se encontram para lhe dar as boas vindas e mostrar o por quê Ushuaia é de tirar o fôlego.

Abaixo, veja brevemente como é cada parte deste tour, pois espaços como Valle dos Lobos e o Centro Invernal las Cotorras, junto ao Siberianos de Fuego, merecem seu próprio destaque e ganharam artigos próprios no #MuG, com muitos detalhes de cada atração, para tirar todas as dúvidas deste incrível tour.

Valle Carbajal 

O Mirante do Valle Carbajal é a primeira parada da excursão dos Lagos. Ele está localizado no meio da estrada da Ruta Nacional nº 3, também conhecida por ser o trecho final da rodovia panamericana. Se estiver de carro, é uma parada bem simples (ao lado direito da rodovia) e obrigatória para apreciar a vista, tirar fotos bem legais com cordilheiras nevadas ao fundo e turbais que cercam todo o resto do ambiente.

O que é um ‘turbal’? Este tipo de vegetação típica no Ushuaia, na realidade,  são formados por restos acumulados de vegetação, como musgos e gramíneas, que, por causa das características da região – desde clima frio, tipo e acidez do solo, umidade, temperatura etc. -, sua matéria orgânica leva muito tempo para a decomposição. Basicamente as plantas quando morrem em regiões deste tipo, se acumulam e demoram até milhares de anos para se decompor, formando uma grande área com material orgânico, o que faz a alegria muitos pesquisadores, biólogos e historiadores!

Nesse mirante há algumas placas informativas que ajudam o turista a conhecer um pouco mais sobre a vegetação, a fauna e a geologia do Valle Carbajal. Através de nossa guia e uma destas placas, descobrimos, inclusive, que esse vale era um pequeno glaciar há milhares de anos atrás, assim como o Estreito de Magalhães, o Canal de Beagle e o Lago Fagnano, entre outros pontos da região!


Valle de Lobos

Se você sonha em andar sobre o gelo e fazer passeios com moto de neve, iguais aos publicados em revistas, ou então em andar de trenó, porém trocando as renas do ‘Papai Noel’ por queridos Huskies Siberianos, então este é o passeio ideal.

Neste link Aqui, o #MuG traz com detalhes como é cada uma destas atividades, as quais não são obrigatórias, porém todas incrivelmente recomendadas. Não basta ser fã de neve, tem que gostar de aventura, diversão e de paisagens de tirar o fôlego!

Com uma proposta inovadora, o Valle de Lobos está se remodelando a cada dia e já conta com um Parque Nacional exclusivo e opções de lazer para todas as idades, dos pequeninos aos idosos! O espaço é lindo, encantador e ainda conta com opções de tours diurnos e noturnos – este, feito para os mais aventureiros e que gostam de cenários como: uma cabana, um vinho quente e um bom e velho violão.

O mais legal é que sua equipe conta com brasileiros e argentinos que, com muito amor pelos cães e pela natureza, te envolvem com histórias divertidas e mostram a terrinha del Fuego de uma maneira totalmente diferente.

Restaurante do Centro Invernal Las Cotorras 

Neste Centro, esqueça do relógio – se possível -, e aproveite cada minuto do seu dia. É que além deste espaço contar com o restaurante mais tradicional da cidade, que serve cordeiro fuergino de estaca, ele também está inserido em um cenário de tirar o fôlego, com um vale maravilhoso bem à sua frente.

O #MuG perguntou à muitas pessoas da região e este era o restaurante mais indicado para consumir o melhor cordeiro patagônico que poderíamos encontrar. E, sinceramente? Realmente foi o melhor cordeiro patagônico que experimentamos em toda Patagônia, considerando desde Ushuaia à Bariloche.

O segredo do sucesso de seu prato principal que eles construíram uma casinha, do lado de fora do restaurante, exclusiva para assar cordeiro ao tradicional fogo de chão, na estaca –  pois para ficar bom, ele tem que ficar, no mínimo 8h sob aquele calor. Enquanto isso, o turista aguarda seu prato em um espaço extremamente aquecido e aconchegante, com uma adega bem convidativa.

Importante saber: é um restaurante muito acolhedor, estilo chalé-pousada, porém extremamente simples no quesito apresentação. O famoso cordeiro de estaca é servido em uma chapa, com generosos pedaços de batatas, que fica sempre aquecido sobre a mesa. E, para acompanhar, eles trazem pães e tem um buffet de saladas bem básico no salão ao lado. Lembre-se: esqueça da dieta. Não foque na salada porque o cordeiro é divino.

Aos vegetarianos e veganos, não indicamos o restaurante pelo seu buffet de saladas. Realmente é muito simples, com pouquíssimas opções, servido em uma estrutura de buffet igual à restaurantes self-service. Não espere mais do que isso. Sugerimos, nestes casos, levar um lanche à tira-colo, caso as opções gastronômicas não agradarem. Mas incluam o local no roteiro, porque a vista deste Centro Invernal é realmente maravilhosa e agrada a todos que gostam de vales nevados e quer ver muita neve.

Siberianos de Fuego

Dentro do Centro Invernal Las Cotorras, à frente do restaurante, encontra-se um singelo chalé, extremamente aconchegante, onde uma lareira de ferro e lenha aquece leite, chá, café e deliciosos biscoitos caseiros. Tudo isso é servido, gratuitamente, ao turista que chegar. É muito calor humano cercado pela intensa neve do inverno do Ushuaia!

Por lá, o proprietário do local e sua equipe batem papo contigo até o amanhecer, se deixar. E, se sua paixão é animais, imagine estar ao redor de mais de 50 lindos e bem cuidados Huskies Siberianos, de duas espécies diferentes, que te esperam para tirar fotos, brincar e dar um passeio de trenó pelo incrível vale nevado ao seu redor.

Importantíssimo saber: não, estes cães não são mal tratados, muito pelo contrário. Seu proprietário é apaixonado por cada um dos cães, que, comem, bebem e se divertem até mais do que nós. rs Brincadeiras à parte, é sério. Conversamos muito com todos do Siberianos de Fuego e realmente dava para observar o amor e carinho de toda a equipe pelos animais. Os Huskies são muito felizes por lá, fortes e saudáveis e correr na neve realmente parece ser um dos seus hobbies, pois pareciam todos muito brincalhões. Esta foi a experiência do #MuG, esperamos que a sua seja igual ou até melhor!

Mirante Paso Garibaldi e os Lagos Escondido e Fagnano

Último e principal ponto de parada que dá nome ao tour, a paisagem que envolve os Lagos Escondido e Fagnano é digna de cartão postal. Há quase 60km de Ushuaia, também na Ruta nº3, o mirante Paso Garibaldi expões a beleza natural de Ushuaia regada à muita história. Uma delas inclusive, faz jus ao nome do lago, o qual só se chama Escondido porque, dependendo do dia, é impossível vê-lo a partir do Mirante Paso Garibaldi. Mas, se der sorte, verá que a beleza dessa ‘Terrinha del Fuego’ não tem fim.

Aqui é basicamente um ponto de parada para turista tirar foto. Como os horários dos tours das agências de Ushuaia se revezam, muito provavelmente o mirante não estará tão lotado, ou seja, você terá tempo suficiente para tirar 1001 fotos, assim como o #MuG.

Uma outra opção para os aventureiros de plantão, é escolher o Tour dos Lagos, porém com um roteiro um pouco diferente: ao invés de passar por todos estes pontos sugeridos acima, a agência passa pelo Valle Carbajal e Paso Garibaldi rapidamente, seguindo rumo às proximidades dos lagos, onde trilhas de quadriciclos (4×4), caminhadas e passeios de canoagem ganham vez, principalmente na época de verão. No inverno também é possível fazer este tipo de tour, mas é sempre bom se informar quanto à previsão do tempo no dia anterior ao seu passeio.

Agências locais, como Criollos Ushuaia, podem te ajudar a organizar este tipo de tour e, caso o clima não esteja propício para aventuras, não se preocupe, porque a Patagônia está cheia de paisagens de tirar o fôlego propícias a serem visitadas tanto no verão, quanto no inverno!

E aí? Ficou com gostinho de experimentar tudo isso e muito mais?

Arrume logo sua passagem, pois o Fim do Mundo é logo alí!!

Boa Viagem!

0 Comentários

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *